Os Meus Artigos

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

O Teu Rosto Será o Último

Um livro fascinante!
Um livro muito interessante de ler. A história de uma tradicional família portuguesa com retalhos vincados da guerra colonial. Repleto de situações inesperadas, umas cómicas, outras muito realistas, outras cheias de emoção e outras em que identificamos alguém nosso conhecido e até nós próprios em dada altura das nossas vidas.
Sinopse:
Tudo começa com um homem saindo de casa, armado, numa madrugada fria. Mas do que o move só saberemos quase no fim, por uma carta escrita de outro continente. Ou talvez nem aí. Parece, afinal, mais importante a história do doutor Augusto Mendes, o médico que o tratou quarenta anos antes, quando lho levaram ao consultório muito ferido. Ou do seu filho António, que fez duas comissões em África e conheceu a madrinha de guerra numa livraria. Ou mesmo do neto, Duarte, que um dia andou de bicicleta todo nu.
Através de episódios aparentemente autónomos - e tendo como ponto de partida a Revolução de 1974 -, este romance constrói a história de uma família marcada pelos longos anos de ditadura, pela repressão política, pela guerra colonial.
Duarte, cuja infância se desenrola já sob os auspícios de Abril, cresce envolto nessas memórias alheias - muitas vezes traumáticas, muitas vezes obscuras - que formam uma espécie de trama onde um qualquer segredo se esconde. Dotado de enorme talento, pianista precoce e prodigioso, afigura-se como o elemento capaz de suscitar todas as esperanças. Mas terá a sua arte essa capacidade redentora, ou revelar-se-á, ela própria, lugar propício a novos e inesperados conflitos?
Um autor português que exprime de uma forma crua e por vezes dura, uma época e uma sociedade carregada de vivências que fazem parte da história do povo português.
Um livro que junta história, geografia e uma espécie de psicologia - digo eu...
Um livro que me levou-me a sítios conhecidos e a outros que só conheço de ouvir contar. Um livro que me agarrou do princípio ao fim. Um GRANDE LIVRO! Bem merecido o Prémio LeYa 2011!

4 comentários:

MissLilly disse...

Olha estou a ler esse livro tb! Comecei a ler nas ferias de verao mas nao acabei, continuei com ele ontem. mas esta realmente brutal

António Jesus Batalha disse...

Estive a ler as suas receitas e tem protos fabolosos, bem pelo menos de aspeto só quem os experimenta é que sabe a realidade, confio em si, e vou tentar adaptar algumas á cozinha. Quero dar-lhe os parabéns porque eu achei um bom blog.
Meu nome é: António Batalha.
Sou um servo de Deus,e deixo aqui a minha bênção,que haja paz,amor na sua vida, muita saúde e felicidade.
PS. Se desejar seguir meu blog faça-o de forma a que eu possa seguir o seu blog também.

xunandinha disse...

Adoro ler, mas tenho um da Fátima lopes para ler,beijocas

Anabela Julião disse...

MissLilly,
E que tal, já acabaste? Gostaste?

António,
Grata pela visita! Será sempre bem vindo a esta singela tasca :)

Xunandinha,
Também eu adoro ler e só tenho pena de nos últimos tempos não ter a disponibilidade desejada para ler mais... Tenho uma rima de livros em espera que nem imaginas... :)

Beijocas***

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...