Os Meus Artigos

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Eu, os gatos e um drama...


... ou melhor, três perigos!*



Um dos gatos cá da Tasca, Xô D. Napoleão Manuel, o cuidadoso, saltou para o muro da esplanada e caiu lá para baixo (uma altura considerável), sem ninguém ter visto e só eu dando pela falta dele uns minutos depois de a todos eles que, estavam sempre sob atenta vigilância em hora de recreio, ter virado as costas para acompanhar uma visita à porta. 

Consequência: a Mãe Bela em pânico a gritar pelo Napoleão e ele a responder-lhe lá de baixo. Era noite e não o via, mas ele gritava que se fartava e eu fartava-me de gritar e lá chamei os vizinhos para ajudar e logo se apanhou o Pupuli muito assustado e um bocadinho lesionado. 

Outro dos gatos cá da Tasca, Xô D. Petit Manuel, o destravado, lesionou-se sem ninguém saber bem como. Presume-se que a origem esteja no excesso de carneirice com o puto mai novo. Corridas, cambalhotas, piruetas e drifts pelo chão fora.

Consequência: a Mãe Bela em pânico "Mas o que é isto? Mas como aconteceu? E agora?" Tratamento e repouso absoluto. Nada de tropelias e o mai novo não pode vir para cá para a carneirice e tem que ficar na casinha da Mãe Titó.

A gata humana cá da Tasca, Xô D. Cenourita Maria, a própria, mandou um valente tralho esbardalhando-se toda ali à entrada principal do estabelecimento. Prontamente socorrida por um vizinho simpático ainda se apercebeu dos que fugiram para se rir à socapa mas levantou-se sózinha e arrepiou caminho.

Consequência: a Mãe Bela em pânico porque dias depois deixa quase de se conseguir mexer, não pode com uma gata pelo rabo, arrasta os pés pelo chão, até falar e ouvir lhe custa já para não falar nas dores do ripado que de dia para dia não paravam de aumentar.

Perante estes acidentes, as duas últimas semanas têm sido de corridas para a médica de família dos Miaus; consultas, curativos, tratamentos, acompanhamentos, medicamentos e tantas outras coisas mais terminadas em "entos" tais como... enervamentos e, já quase quase quase nas últimas, vai a Xô Dona Cenourita Maria, a pieguice em figura de gente, a caguinchas, para as mãos de um profissional da matéria óssea endireitar os ossos e esticar os músculos que a coisa já estava tão mázinha que até metia dó. Saiu de lá quase nova e com uma lista enorme de recomendações. Também eles, os gatos acidentados, trouxeram cada um a sua lista. Agora é cumprir e à risca. Quanto às quedas dos peludos, já tudo foi providenciado para que possam usufruir da esplanada da Tasca sem riscos para eles nem medos para a dona. Quanto às quedas da dona, - mais cuidadinho sim, Xô D. Cenourita?! 


* Pára-quedas precisam-se, para a família toda!


4 comentários:

Abóbora Amarelinha disse...

Fisga-se pá, só tragédias...leves, mas tragédias!!!
Beijos e as melhoras

Maria disse...

Ui, Ouch... As melhoras, para todos, uma das minhas além de ter sido mordida por alguma coleguinha no rabo, depois apareceu com uma orelha meio rasgada e agora está rouca... são gatas do campo mas mesmo assim, que exageradas!

ELF disse...

Há dias difíceis! Resumindo agora tao todos de descanso forçado! Bjinhos e as melhoras de todos!

xunandinha disse...

minha querida espero que o NAPOLEÃO E OUTROS COMPANHEIROS ,QUANTO A TI ESPERO QUE TE RECOMPONHAS,BEIJOKAS E AS MELHORAS DE TODAS

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...