Os Meus Artigos

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Eu gosto do frio...

... mas só porque de manhã está um briol do catano e uma camadona de geada, não quer dizer que eu tenha que me enrolar numa camisola de gola alta e mais num casacão de lã, tudo ultra quente!



O clima no interior da tasca é tropical. Da janela avista-se o manto de gelo que cobre os campos e os carros que pernoitam na garagem estrela. Os graciosos feixes de sol iluminam o dia que amanhece tranquilo. Os passaritos esvoaçam loucos em busca das migalhas que lhes atirei pela janela na noite anterior. Ouvem-se portas e portões a abrir e a fechar. Vizinhos que saem para mais um dia de jornada. Os miaus assistem, à janela, atentos, a todos os movimentos. Cá dentro começa a rotina, silenciosa, que só quebra com o original tilintar dos sininhos pendurados na porta de entrada e quando ela se fecha depois de alguém sair.
- Meninos! A Mãe Bela vai sair! Até logo e portem-se bem!
Desço à garagem e sinto algum incómodo ao entrar na latinha. Com alguma dificuldade, pouso a tralha que me acompanha no banco do passageiro. Chave na ignição, portão a abrir, manobra para sair e... abro o vidro.
- Brrrrr!!! Ca frio!!! Oh mas até sabe bem!!!
O dia começa com paragens aqui, ali e acolá. O sol, já alto, derrete o gelo e mostra o verde dos campos. Os vidros dos carros que se cruzam comigo já não têm gelo, mas vão meio embaciados. Eu, de janela aberta. Um entra e sai do carro que sabe bem.
- Hummm... gosto disto!
A última volta do dia tinha que ser na catedral do consumo cá do burgo. Só a necessidade de ajuda técnica para a resolução de uma avaria de um equipamento electrónico de uso profissional e em garantia me fazia ir a tal local. E fui. E ralei-me para lá chegar. E desesperei para estacionar.
- Xiça pah! Mas esta gente é maluca?! Um dia tão lindo e vem tudo para aqui?!
- Xiça pah! Mas porque é que esta gente não fica em casa à lareira?! Ou porque não vão antes passear ao ar livre?! A pé?! De bicicleta?! De patins?!
- Xiça pah! Mas porque raio não vão ver o mar?!
Xiças pah em catadupa enquanto dava voltas e mais voltas para encontrar um espacinho, só um espacinho, para enfiar a minha latinha. O desespero instalara-se em mim. A paciência ameaçava esgotar-se. O sol transformara-se em nuvens carregadas de impropérios e dos poros da casca desta cenoura em estado de nervos, escorria suor...
- Xiça pah! Que calor!
Lá se enfiou a latinha num espacito apertadito e da bagageira saíu o objecto alvo de intervenção que teve que ser carregado corredor e escadas rolantes acima por entre desvios de amontoados de gente.
- Xiça pah! Mas onde raio se meteu a p*ta da crise?!
Deu-me vontade de chamar por ela, gritar a plenos pulmões a ver se essa desgraçada aparecia e punha ordem naquilo, mas... de repente, pensei:
- Xiça pah! A gaja já deve ter bazado daqui p'ra fora... Ou será que anda por aqui, disfarçada, a aproveitar os saldos?!?!
Cheguei ao local. De mangas e golas arregaçadas.
- Xiça pah! Que calor!
Fui atendida e a avaria não foi resolvida. Fui informada de que a marca tem assistência ao domicílio e que resolve o assunto na hora, basta um telefonema e o agendamento de dia e hora. E fiz o percurso de volta ao estacionamento, com o peso do equipamento e o da ira que me acompanhava. Deixei o Xiça pah na loja e trouxe uma palavra obscena que me escoltou até chegar à tasca.
- Meninos! Cheguei!
- Miau miau! Remiau... renhaunhaunhau! *
- Xiça pah! **

Moral do dia: Cenourita Maria, mesmo que o frio aperte, veste uma roupinha mais fresquita e aconchega-te com um casaquinho quente pela manhã... torna-se tudo um bocadinho mais fácil para o resto do dia!


* olá Mãe Bela! Isso é que é calor...
** ????? (não posso repetir javardices à frente deles que eles são miaus bem educadinhos)



4 comentários:

as-nunes disse...

Ah pois, ir para aquele Santuário, nesta altura do ano, merecia uns milagres, para se andar nas calmas, arranjar estacionamento, apesar de lá haver 5.000 lugares (será? ouvi dizer que são mais que muitos) mesmo não chegam, por isso é que Leiria-cidade está às moscas, os consumidores encarreiraram para aqueles lados, aliás vias rodoviárias não faltam e todas nos encaminham para aquele local "sagrado".

Bom Ano de 2012, Cenourita
Um abraço

Abóbora Amarelinha disse...

não percebi nada, chiça pá!!!!
bom ano

ELF disse...

Xiça pá! entendo perfeitamente.....onde está a crise? deve ser só no meu bolso...enfim......O que vale é que os bichanos ficam contentes com uma latita de atum ou um camarãozito!(até pode ser daqueles piquinitos! ) Bjinhos

Ameixinha disse...

A mim não me apanham nos shoppings... é uma vidinha deprimente enfiarem-se nesses lugares fechados e doentios :) Miaus lindos e educadinhos, é assim mesmo!

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...