Os Meus Artigos

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Coisas cá de casa - I


Se eu não os conhecesse tão bem... quem os conheceria?

Há um modelo de cadeiras do terraço que todos os anos, na devida época, faz parte do mobiliário da nossa sala de verão, o terraço. Este ano, só uma dessas cadeiras teve a honra de figurar na decoração. Essa cadeira, tem uma almofada à sua medida. Nessa cadeira, só D. Lira Maria Pxexa se senta, deita e ressona. Ocasionalmente e estando D. Lira distraída com uma coisa qualquer ou a usufruir de um puff que considera também propriedade sua, qualquer um dos outros membros felinos, quase a pedir licença a sua Reverência D. Lira, ocupa o referido cadeirão mas sempre de olho na manda chuva cá do sítio não vá ela emitir um qualquer sinal para desocupar.
Hoje, tirei o colchão ao cadeirão e coloquei-o a lavar. No sítio, e sempre pensando no bem estar de tão ilustre família felina que me compõe o agregado, ajustei com todo o brio, uma outra almofada, mais fofa, mais colorida, mais bonita e a condizer na perfeição com todo o espaço envolvente.
Eis senão quando, Miss Cenourita já sentada à secretária e de olhos postos nas responsabilidades de carácter profissional, escuta:
- Meow! Meow!
Levanta-se da cadeira e chegada à janela depara-se com sua ilustre gata pendurada no cadeirão e de olhar direccionado para a escrava que se abeirara da janela.
- Meow! Meow!
- Ó Lira pah! Sobe lá pá cadeira e deixa-te de m*rdas!
Os miados continuaram. A escrava dá a volta ao quarteirão, pega na gata, ajeita-a em cima do colchão. A gata sai mais depressa do que o que lá se deitou. A escrava vai atrás dela, diz-lhe que sim, que se pode deitar ali, que ninguém se vai zangar. A gata dá meia volta, inverte a marcha, aloja-se no puff e com aqueles olhos enormes e expressivos de satisfação, fixa a escrava, dizendo-lhe baixinho:
- Meowwww!
- Ufff!!! Já percebi ... aquela almofada é da Pipoca... 


2 comentários:

Carmem Grinheiro disse...

kkkkk...também tenho que dessas situações, mas por aqui, o pobrezito é o pequeno pequenois, que cede sempre ao capricho das duas donzelas, cedendo-lhes lugar e ainda prestando-lhes vassalagem com lambidelas nas orelhas até que as ditas adormeçam ou se aborreçam com os mimos, caso de Lady, que por vezes, retribui-lhe o carinho com uma patada afiada.
Coisas...

Vespinha disse...

São tão manientos, os gatos... As minhas às vezes dá-lhas para me acordarem a meio da noite porque a tigela da comida já «só» está com uma dúzia de pedaços de ração...

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...