Os Meus Artigos

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

Um ALERTA MUITO IMPORTANTE...

... para todos os que têm em casa aparelhos que funcionam a gás (natural, butano e propano), lenha e carvão!

Com muita frequência se tem conhecimento de acidentes graves e alguns até fatais provocados pela exposição a este gás inodoro, incolor, invisível. Ele está presente nos fumos de combustão produzidos por lareiras, fogões, caldeiras de aquecimento, geradores, fogareiros...
Este meu ALERTA vem na sequência do que hoje aconteceu na tasca (e que já havia acontecido há uns anos atrás mas menos grave) e que me fez chamar o piquete de emergência da Galp Energia.

À hora de almoço senti a casa muito fria, liguei a caldeira do aquecimento, almocei e saí. Três horas depois regressei e, logo ao abrir a porta de entrada levei com um ar pesado e irrespirável que me deixou completamente indisposta. A caldeira estava a funcionar normalmente, o termostato marcava a temperatura programada. Larguei as coisas que trazia, desliguei a caldeira, corri a abrir todas as janelas para fazer circular o ar e, cheia de tonturas, nauseas e dificuldade na respiração procurei o número de telefone do serviço de emergência. Com muita, mas mesmo muita dificuldade, consegui explicar à senhora que me atendeu o que estava a acontecer (e isto já do lado de fora, na esplanada da tasca, ao ar livre). Fui recomendada dos procedimentos a tomar (que já tinha tomado - desligar a fonte de energia, arejar a casa e manter-me na rua) e aguardar pelo piquete que não tardou a chegar.

O primeiro procedimento do técnico foi ligar a fonte de energia (caldeira), fechar a porta e a janela da cozinha, abrir a torneira da água quente e ligar o aquecimento central.  Medir a concentração de monóxido de carbono. O técnico mandou-me sair para a rua, porque eu já tinha sofrido o choque inicial ao entrar em casa e podia voltar a sentir-me mal. Fui. Pouco depois chamou-me para eu ver o resultado que o aparelho mostrava. Eu olhava para o aparelho mas aquele número não me dizia nada, ele... calado, a olhar em volta, até que me perguntou se a sensação que tive ao entrar em casa tinha sido a mesma que estava a sentir naquele momento e ao que eu repondi que foi muito pior, sufocante mesmo. Mandou-me de novo para a rua e continuou a fazer testes. Voltou a chamar-me, fez mais testes já de janela aberta e com entrada de oxigénio, não falava e o ar dele era de preocupação. Mostrou-me de novo o que marcava o visor do aparelho e disse-me:
- Tenho que lhe desligar o gás!
- Uh! Então...
- Aquele pássaro na gaiola teve sorte...
- Uh!
- Os gatos, também tiveram sorte!
- Mas... explique-me...
E explicou! O aparelho marcava 1421 ppm quando o valor de segurança não poderia nunca ultrapassar os 50 ppm. O gás ficou desligado. Logo de seguida chamei outro técnico, o da caldeira. Desmontou-a toda, limpou-a, substituiu-lhe os termostatos do exaustor de gases e, segundo a opinião dele, o problema deve estar resolvido. Amanhã de manhã tenho que chamar a equipe para ligar o gás e fazer novos testes. Se estiver mesmo resolvido, volto a ter o gás ligado e tudo a funcionar normalmente, se não estiver... vai ser uma carga de trabalhos e só terei gás quando não existirem riscos absolutamente nenhuns de intoxicação. Já fui advertida de que poderei ter que retirar a caldeira da cozinha e a possibilidade será abdicar da churrasqueira e mudá-la para lá uma vez que tem uma chaminé independente e directa ao telhado. Vamos ver o que isto vai dar e só espero ter este problema completamente e bem resolvido para ficar descansada.

A todos, que serão certamente a maioria de vós, recomendo que consultem esta informação da Galp Energia bem como este quadro bem elucidativo de sintomas e recomendações gerais que é sempre bom ter em mente para prevenir acidentes e se necessário, imprimir e distribuir pela família para que todos estejam atentos e alerta.



15 comentários:

Rachel disse...

Bolas, que grande susto!
A minha Caldeira está na rua e tem um sistema de proteção que a desliga, a tua não tem isso?
Eu tenho muito medo destes perigos.
Espero que resolvas tudo e que fiquem em segurança.
Bjs

xunandinha disse...

Olha isso é que foi um valente susto e os animais estão bem?coitadinhos poderiam não ter sobrevivido,faço votos que tudo se resolva bem ,beijinhos

xunandinha disse...

ainda não fiz as respostas mas logo com mais calma

Irene disse...

Olá Cenourita!
Bem que grande susto deves ter apanhado....E os pobres bichos! Nem quero pensar...
Mas a caldeira funciona a gás? è isso? Espero que tudo se resolva pelo melhor.
Bjocas e muita coragem.

Moira disse...

Que grande susto!Espero que consigas resolver o assunto, para poderes estar descansada e ainda bem que tiveste o descernimento de ir para a rua.
Beijinhos
Moira

turbolenta disse...

No meio do azar ainda tiveste muita sorte. Faço ideia o enorme susto que apanhaste.
Só espero que o assunto se resolva , depressa e bem.
Fizeste bem em escrever sobre este assunto,pois assim alertas as pessoas da maneira como devem proceder em idênticas situações.
Desejo um bom fim de semana

Gabriela... disse...

Bolas!!
Eu sou sincera tenha medo de gás que me pelo.
É tudo eléctrico nesta casa... heheeh
Tiveram todos muita sorte ai na tasca!
Jinho

Duxa disse...

Que susto!!!
Fico admirada com os bichinhos, tiveram muita sorte.
Tenho a caldeira a gasóleo na garagem, liberta para a rua(tenho chaminé até ao telhado).
Tenho muito respeito a estas coisas, obrigada por partilhares esta informção, espero que tudo se resolva pelo melhor.
Beijinho.

Abóbora Amarelinha disse...

Meu deus que susto...imagino a tua aflição á procura dos gatinhos e da piu. Realmente as coisas aconteçem sem se esperar.
Beijinhos

Alcina disse...

Pois tiveram sorte não ser á noite e não estar ninguem a dormir...
Cá em casa quando instalaram o gaz natural fizeram um respiradouro na cozinha para circular o ar e o marido todos os anos manda fazer uma revisão á caldeira, não sei se será suficiente, mas pelo menos vem alguem fazer os testes. A minha por outro lado tem um sistema qualquer que se não houver saida de gazes suficiente ela própria sufoca e desliga-se, acontece quando está o exaustor do fogão ligado muito tempo e ao mesmo tempo da caldeira.
Espero que se resolva tudo pelo melhor e que não volte a acontecer.
bjs

Caminhante disse...

Olá Cenourita, não ganhaste para o susto! Espero que já esteja resolvido.
Beijinhos e boa semana =)

Cenourit@ disse...

Rachel,
A minha está na cozinha e a um palmo do exautor. Actualmente isso já não é permitido mas em 2002 quando comprei a casa, era :(
Tenho um sistema de extracção forçada de gases e fumos, mas não funcionou, por isso aconteceu isto.

Xunandinha,
Foi um susto enorme, uma aflição mesmo mas cheguei a tempo, felizmente.

Irene,
Sim, a caldeira funciona a gás natural (que não tem cheiro) e a mistura do monóxido de carbono com dióxido de carbono e vapor tornou o ar irrespirável.

Moira,
Foi tão mau, senti-me tão mal que ainda me custa acreditar que aconteceu e que consegui reagir da melhor forma.

Turbolenta,
Todos nós estamos sujeitos a uma situação destas e fiz questão de contar aqui o sucedido para que quem me lê tome consciência deste perigo.

Gabriela,
Também eu tenho "muito respeito" a tudo o que funciona a gás e também a electricidade... Tivemos mesmo muita sorte...

Duxa,
O susto foi aterrador. A minha funciona a gás natural e está na cozinha. Vivo em apartamento e num 1º andar de um edifício de três andares. A chaminé da caldeira é partilhada com a do exaustor do fogão e segundo o Engº que veio cá no dia seguinte, a distância da saída de fumos da caldeira até ao telhado ainda é grande e para agravar ainda mais a coisa, a chaminé tem um defeito na construção (o que me fez colocar-lhe um sistema de extracção forçada de gases há 2 ou 3 anos atrás.

Abóbora Amarelinha,
Foi tudo muito mau mas felizmente acabou tudo em bem... cheguei a tempo...

Alcina,
Se tem sido durante a noite não ficava cá ninguém para contar a história e fazer este alerta... Aquando da minha chegada a casa os valores de ppm's rondariam certamente os 4 a 5 mil (segundo os técnicos e avaliar pelo tempo que a caldeira esteve a libertar os gases para o interior. Na minha cozinha tenho dois respiradores e na própria caldeira tenho instalado um sistema de extracção de fumos e gases que os ajuda a subir pela chaminé. Esse sistema tem 3 termostatos que ao acusarem uma certa temperatura também bloqueiam a caldeira, mas um deles não funcionou e foi o suficiente para que os gases descessem em vez de subirem e se espalhassem pela casa toda.

Caminhante,
Foi um susto tremendo sim, mas felizmente e por agora está resolvido mas com muitas precauções.

A todas vós,
Por agora e com uma série de precauções da nossa parte sempre que a caldeira esteja a funcionar, ficou resolvido. Mas, não é definitivo. A caldeira nunca vai ficar a funcionar durante a noite nem quando não está ninguém em casa e quando estiver a funcionar tenho que ter sempre um pouco da janela aberta para que entre oxigénio (que ela vai buscar. A única solução para resolver tudo isto irá ser a substituição desta caldeira por uma outra que se chama Caldeira Estanque e tenho mais ou menos uma noção do investimento que tenho que fazer. Vai ser grande e vai custar bastante, mas pela nossa segurança e pela dos vizinhos também, terá mesmo que ser.

Obrigada a todas vós e um beijinho grande*

M. disse...

Ai menina, ainda bem que correu tudo pelo melhor!!! Eu não tenho gás em casa, mas tenho lareira com recuperador e 2 cilindros, por isso também corro alguns riscos...
Beijinhos e espero que já esteja tudo a funcionar bem!!!
Boa semana!
Madalena

Cupcake disse...

Que grande susto!!
Os animais são mesmo resistentes, felizmente não lhes aconteceu nada.
E a ti também não!
O perigo desste tipo de gás é que não deita cheiro, e só quando começamos a ficar tontos é que nos apercebemos que algo se passa, mas aó pode ser tarde demais.
Felizmente temos um anjinho que nos vai protegendo destes perigos!
Todo o cuidado é pouco!
Obrigada pelo alerta!
Eu por acaso não tenho nenhuma caldeira, só uso ou a lareira ou o ar-condicionado.
Mas é sempre bom estes avisos.

Cenourit@ disse...

M.
Não vivesse eu num apartamento e te garanto que também não teria gás em casa. Já tive (noutra casa) cilindro mas também não m,e agrada. Optaria por uma caldeira a lenha ou gasóleo (a lenha seria a minha preferência), o gás é um perigo eminente e silencioso... Ah e também tenho recuperador de calor na lareira da sala.

Cupcake,
É nestas alturas que sentimos a enorme presença do nosso anjinho da guarda que nos proteje :)
E com o gás todos os cuidados são poucos...

Beijocas***

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...