Os Meus Artigos

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Caseirinho na Capoeira...

... Selvagem dentro do tacho!


Era um frango já bem crescido, pouco lhe faltava para chegar a galo... quando a minha Amiga Paula resolveu pegar-lhe pelas asas, prender-lhe a patas, segurar-lhe aquela cabecita irrequieta e... num gesto rápido e sem piedade lhe desferiu o golpe fatal. O destino daquela ave estava traçado, não reclamou ou pediu auxílio na execução, desde tenra idade sabia o que o esperava. Um tacho ou uma panela, outros ingredientes e tempêros a acompanhar, para no final... bocas famintas* alimentar!



frango partido em pedaços (usei metade porque era muito grande)
1 cebola grande picada
2 dentes alho esmagados
1 folha de louro
sal qb
azeite qb
1 pouco de vinho branco
1 colher café massa de pimento
2 cenouras grandes em cubinhos
ervilhas qb
arroz selvagem qb
água qb

No tacho coloquei a cebola, os alhos e o louro, cobri o fundo com azeite e deixei cozinhar por breves minutos sem refogar. Juntei os pedaços de frango, polvilhei com sal e acrescentei as cenouras. Tapei o tacho e deixei cozinhar em lume baixo cerca de meia hora virando a carne de vez em quando para cozer de igual modo de todos os lados. Deitei por cima um pouco de vinho branco e a massa de pimento, envolvi bem e cozinhou mais um pouco até o vinho se evaporar. Juntei as ervilhas e cinco minutos depois, o arroz selvagem**, deixei "fritar" ligeiramente envolvendo tudo e deitei a água já quente para a cozedura do arroz, na proporção de 2 medidas de água por cada medida de arroz, cozeu rápidamente, retirei do lume sempre com a tampa no tacho, servi breves minutos depois e ficou delicioso... com o arroz, cenoura e as ervilhas bem soltinhos.
__________________________________________________

*famintas?-Ai tanta fomeca que passa esta gente cá da Tasca... basta olharem bem para nós eheheheh
**arroz selvagem-desde que a Claudia me apresentou este "gajo", não se passa sem ele na despensa ;)

16 comentários:

Marina disse...

Uau! Este frango deve estár fantástico! Caseirinho... não é todos os dias que se come um! O arroz também ficou do best!

PS - Que história tão triste....


... para o frango!

Beijinho.

Pratos da Bela disse...

é do melhor...
tenho uns 5 na arca...
São do melhor...
Jinhos

Abóbora Amarelinha disse...

Era preciso contar ao pormenor a história do frango?

Que se ele soubesse que ia acabar naquela maravilha, até morria com satisfação.
Mas olha se gostas do sabor do arroz selvagem, experimenta o outro todo escuro, que leva 40 minutos a cozer, mas...tem um sabor!!!

beijos selvagens

Carina disse...

Adoreiiiiiiiii!!!!
Desde miúda ue adoro frango, então caseirinho...hmmmm!!!!
Fiquei curiosa com esse arroz selvagem!!!!!
Beijinhos :)

micas disse...

uhm...por acaso,é rarissimo comprar frango, trago sempre uns pitos da minha mãe...e garnizas? um espectáculo!!
Por acaso, só comprei uma x esse arroz, mas agora fiquei com pica de o comprar outra vez!!
Ò abobrinha, qual é o arroz escuro k falas??
beijokas

Raspas de Laranja disse...

Já não conseguia comer, com essa primeira parte... quando a minha mãe tinha frangos eu não comia.
Bjs

a Trofa tem cozinheira disse...

depois da introduçao....em que descreves a morte do bicho até fiquei sem fome tadinho!!!! CARAGO!!!

MAS Q TEM BOM ASPECTO TEM!! e mto!!

PS: nunca tive desse arroz na despensa....hummm

ameixa seca disse...

Meu Deus, deprimi... tadinho do bichinho. É por isso que ninguém se deve armar em galo, acaba sempre de pescoço cortado he he

TiTó disse...

Tava bom tava :) Até a lirinha gostou!!
Menina abóbora 40 minutos a cozer??? Xiça... isso não é prático, depois está uma pessoa cheia de fome à espera que o arroz coza. . . naahhhhhhh lol :)

bjs

Sónia Alexandra disse...

E QUE BELO FICOU ESSE QUASE GALARUCHO. A TUA AMIGA PAULA FEZ, MUITO BEMMMM. BEIJINHOS DO TAMANHO DO MUNDO.

Abelha Maia disse...

Olha lá...era preciso contar ao pormenor o fim tragico do bicho?
Ainda por cima ia ser acompanhado por um tal de "selvagem"...é mesmo preciso ter sorte até para cair no tacho de alguém.
P.s. Ontem eram para ai 8.30 estava a passar na tua terra.
Beijocas mel

Noémia disse...

Olha eu devo ser o contrário de todas as pessoas porque não consigo encontrar a mínima graça aos "bichos" caseiros. Acho-os duros demais para os meus dentes e como sempre pouquíssimo.
Claro que o arroz fica muito mais saboroso assim e esse teu, tem muito bom aspecto! Mesmo assim vou ao talho e troco bem pelo que eles dizem ser caseiro mas só é semi-caseiro ou pelo do aviário. São manias! :)

Moira disse...

Por Lisboa já não há dessas coisas caseiras, mas quando vou para Trás-os-Montes vingo-me e ainda trago reservas :)
O arroz selvagem dá um toque chic à receita hehehe
Bjs
Moira

EMPRESÁRIA DE SUCESSO disse...

Esqueça-mos o texto e vamos ao que interessa os ingredientes, muito bons, devia estar delicioso a avaliar pelo aspecto.
Por cá passa-se o mesmo na capoeira, sempre que possível só comidinha caseira.
Bom fim-de-semana

moranguita disse...

nao ha nada melhor que um galinho caseiro.
ha ca muito me casa e e bem bom.
esta uma delicia esse prato.
beijinhos e bom fimd de semana

Paladares de Festa disse...

O galito devia estar uma maravilha, lá bom aspecto tem ele!!
Agora com a introdução é que não sei se o dito marchava ;)

Beijoquinhas

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...