Os Meus Artigos

terça-feira, 20 de abril de 2010

Lili la Tigresse

Perdi a conta aos meses que este livro "dormiu" sobre a minha mesa de cabeceira, as vezes que o meti dentro da pasta de trabalho e o levei comigo para aproveitar momentos de espera, as viagens de carro para algures mais longe daqui, os passeios do quarto para a sala e vice versa... Conseguia ler quatro ou cinco páginas, fechava-o para o voltar a abrir dias depois. Tentava-me a abri-lo a cada noite, ao deitar, mas o efeito do bendito Xanax XR impedia-me de seguir a leitura. O sono chegava veloz e vigoroso e o pobre livro acabava por cair... abandonado no tapete, ao lado da cama...

- Cenourita Maria... tu que sempre, toda a vida e mais seis meses, devoraste livros como petiscos que te enchem a alma... e desde o aparecimento daquela maldita doença da panela, não consegues pegar na leitura e levá-la até ao desfecho da história ao longo de um período razoável??? - em coro, todos os livros que esperam na prateleira da estante, ansiosa e pacientemente, pelo seu momento de glória...

Até que, chegou o dia em peguei nele, retirei-lhe o marcador, recomecei a leitura desde a primeira página e o devorei... que nem uma leoa faminta de alimento com substância!


"Tiro a tampa do frasco de cristal e deito o conteúdo dentro da banheira, que se vai enchendo devagar. Através da transparência da água, o roxo escuro dos sais cristalinos torna-se lilás pálido. Os elementos decompõe-se e recompõem-se de novo. Tranparência e cor. Fluxo e extase.
(...)
Aprisiono a barriga e os seios num soutien e numas cuecas pretas, enfio os braços nas mangas de um vestido de veludo cujo colorido roxo escuro se anima sob a luz, estico-o nos joelhos e no traseiro, viro-me para cá e para lá em frente do espelho e subitamente fico cheia de satisfação - algo na forma como o vestido cai sobre o corpo, esconde o seu defeito e torna-o protegido, forte e até agressivo. Que atrai a atenção e inspira respeito.
(...)
Os segredos de Ninush são segredos meus. O meu compromisso para com ela e os seus segredos é absoluto. Tal e qual como naquele voo em que nos conhecemos, o meu anfitrião e eu não temos agora o menor problema em encontrar assuntos de conversa e sobrevoá-los, encantados de nos escutarmos um ao outro, de vermos o nosso próprio reflexo nos olhos do outro.
(...)
O tigre vira-se para ir atrás delas, mas de repente percebe, pára, crava os olhos de limão transparentes nas visitas e não se mexe. O lugar dele é aqui. Esta é a sua casa. Coitada da Micaela, coitados de todos os amantes, sejam eles quais forem! A barriga do desejo nunca se saciará, mas que definida e terrível se torna a fome com a aparição do objecto que a desperta.

*

O tigre é um animal em vias de extinção.

*
(...)

Não há passado nem futuro, esperança ou medo. A viagem que temos diante de nós é longa e não é certo que algum dia cheguemos ao nosso destino."
( ...)


A leitura flui com o encanto da escrita de Alona Kimhi e a história mágica que o livro encerra. Um romance excêntrico, louco, inquietante, divertido, delirante...

Adorei e Recomendo!

4 comentários:

Storyteller disse...

Pronto! É desta que me convences!
Beijos***

P.S. - Gosto de tigres!

ameixa seca disse...

Ai, qué da bolinha vermelha? He he
Vai já de seguida para a Academia :)

tibeu disse...

Olá Cenourinha
hehe diz-me se conheces a Inês que uma filhota que se chama Beatriz e um menino que não me recordo o nome, penso que falamos de ti e do teu blog hehe. Diz-me qualquer coisa. bjbjbj

Cenourit@ disse...

Storyteller
Atira-te ao livro como se de um tigre se tratasse... eu sei que vais gostar e como sabes... também eu adoro tigres ;)

Ameixinha
A bolinha vermelha pode sempre ser imaginária eheheheh

Tibeu
Olá! Que prazer receber-te aqui :)
Conheço pois, o menino é o Afonso, certo?
Falaram de mim??? Ah suas marotas!!! Bem que eu senti as orelhas quentes eheheheh
Acabaram mesmo agora de sair daqui!

Beijocas às três***

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...