Os Meus Artigos

terça-feira, 19 de julho de 2011

Conversas...

... de mães de gatos!

Um dia destes, eu e uma grande Amiga, tomávamos café à mesa da tasca e, como é hábito, tratávamos de pôr a conversa em dia.

Ela - Ai ando com tanto sono!
Eu - Curioso que eu também!
Ela - Se me deitasse agora... dormia!
Eu - Ai, eu agora não! Dormir de dia não é comigo!

Blá, blá, blá, e uma porque se pára e se se encosta lhe dá logo o sono e adormece e, outra que, contrariando o habitual, anda a ir para cama cedo demais para o que é normal.

Ela - Esta noite o Xico não me deixou dormir. Começou a arranhar na porta do quarto e tive que me levantar para ver o que ele queria.
Eu - Esta noite adormeci com a Lirinha debaixo dos lençóis a fazer-lhe massagens e ela a ronronar... nem dei conta de se ter ido embora... adormecemos as duas.
Ela - A noite passada o Xiquinho ficou na cozinha e quando eram aí uma cinco da madrugada foi ter comigo à cama.
Eu - A noite passada quando me fui deitar tinha a Lira, o Petit e o Napoleão todos esticados a ocuparem-me a cama e para me enfiar debaixo dos lençóis andei a fazer ziguezagues com as pernas porque eles nem se mexeram.

Blá, blá, blá, e sonos de gatos e sonos de donas.

Ela - Então não é que o Xiquinho anda a comer pouco...
Eu - E o Napoleão? É um desassossego... agora quer provar de tudo o que nós comemos...
Ela - Pois, o Xiquinho também! E depois, não toca na ração e mia, mia, mia a pedir petiscos...
Eu - A única que não pede nada é a Pipoca! Mas o Napoleão também nunca pedia e agora anda nisto...
Ela - O mal foi a minha mãe ter começado a dar-lhe bocadinhos da nossa comida...
Eu - A Lira só pede fiambre... é doidinha por fiambre! E o Petit, fica doido com iogurte... um dia destes, estava eu a tomar o pequeno almoço à janela da esplanada e ele, empoleirado no trapézio ao meu lado e a esticar a pata para me chamar e me lembrar que eu ainda não lhe tinha dado a colherzinha de iogurte da praxe...

Blá, blá, blá, e comidinhas de gatos e comidinhas de donas.

Ela - Então e a nova brincadeira do Xico...
Eu - E as maluqueiras desta malta felina?
Ela - E um dia destes foi lá "não sei quem" estranho e ele estava cheio de medo...
Eu - E o Napoleão que se esconde sempre que a campaínha toca...
Ela - E o Xiquinho que de volta e meia se escapa para casa da vizinha...
Eu - E o Petit que se põe à porta a miar e a pedir para ir passear pelas escadas do prédio...

Blá, blá, blá, e carneirices dos gatos e cuidados das donas.

Ela - Xiii... estamos aqui há mais de uma hora a falar de gatos...
Eu - Pois... é o que dá não termos filhos pequenos...
Ela - Eu nem pequenos nem grandes...
Eu - E eu, uma já bem grandinha...

Blá, blá, blá, e... conversa de mães de gatos! Sempre que estamos juntas e, no mínimo uma vez por semana... o nosso assunto prioritário é a família felina. E quando estamos na esplanada na Tasca? A vizinhança de cima e dos lados deve ouvir tudo... e pensar:


- Xazuzi! Aquelas duas são malucas! Falam de gatos como se falassem de filhos...

- O amor incondicional pelos miaus... é assim! Fazem parte das nossas famílias e das nossas vidas! :)

14 comentários:

são33 disse...

ISSO É MESMO CONVERSA DE QUEM ADORO GATOS, AS VEZES TAMBÉM SOU ASSIM.
ESSES GATOS SÃO LINDOS...
MIMINHOS PARA ELES
BJS

Abóbora Amarelinha disse...

Eu- adorei a conversa
Eu- o meu tambem mia como se estivesse a morrer quando o prato dele está vazio( mesmo que não tenha fome)
Eu- e o meu que só bebe agua se o recipiente estiver dentro do lava-loiças, pode estar a dormir mas se lhe der a sede vai ao lava loiça procurar a agua dele.
Eu- e espuma e lixivia? ai o que ele adora enfiar a minha mao dentro da boca dele se lhe cheira a lixivia ou espuma.
Eu- pois..é como o meu!
beijos

Abelha Maia disse...

Estou contigo, já sabes sobre eles há sempre tema de conversa.
bjsss

Caminhante disse...

Olá Cenourita, adoro estas conversas, quando morava com os meus avós, adorava conversar com os meus amigos (com os que também tinham animais de estimação) sobre as minhas gatas. Agora, sempre que falo e sempre que estou com os meus avós adoro ouvir as aventuras da gatinha sobrevivente, de como ela é igual à mãe num aspecto e noutro como a avó (ambas já falecidas :()
Gosto mesmo muito de vir aqui e ler os post sobre a família felina.
Beijinhos

ELF disse...

Eles fazem parte da nossa vida! em tudo! e olha eu só tenho dois e de vez em quando lá ando eu numa luta para caber na cama, esticam-se ao comprido e depois nem se mexem, eu é que tenho de me adaptar! e agora ando sempre de fugida do meu Faisca porque ponho um gel nas pernas para a circulação e ele tenta lamber as pernas! aquilo arranha! e tb não é bom ele ingerir cremes! eh eh eh!

Cupcake disse...

Pois eu tenho gatos e um filhote bem pequenino, e os meus temas de conversa são gatos e bebés!!
E adoro!
Sinceramente nem sei bem de qual gosto mais de falar, por mim falo de todos, porque são todos meus filhos, e amo-os a todos incondicionalmente.
Adorei a vossa conversa de gatos, faz-me lembrar as minhas. :)

Gabriela... disse...

Parece mesmo alguém que eu conheço... enquanto as minhas colegas exaltam as últimas capacidades dos filhos como cagar no penico e afins eu falo das aventuras e desventuras da minha matilha... e confesso que tenho mais orgulho!!

Eu Mulher disse...

Já tive gatinhos quando morava em uma casa. Como agora moro em apt... não fica muito interessante.

Adorei as fotos dos gatinhos.

Bjs

Cláudia disse...

Oh, coisinhas mai lindas!
O Xico é o filhote da Lira?? E está desse tamanho?? Ou é outro Xico? :)

Àparte: já percebi pq é que gostas de passar a ferro, a tua tábua é tão gira!! :))

Beijinhos

ameixa seca disse...

Faltava eu aí no meio... já se sabe porquê :)

Abóbora Amarelinha disse...

Cenourita não fiquies complexada, a tua tábua é linda!!!
Não ligues a bocas foleiras. Pooooosas!!

Alcina disse...

Pois olha eu esse amor não consigo partilhar, vais-me desculpar a franqueza, mas gatos só pequenininhos quando tem o narizito lindo de morrer, porque depois de crescerem só distância, acho-os falsos e ariscos :-)como tema de conversa, tudo que dê para descontrair e passar umas boas horas de companhia é bem vindo :-)

Susana Gatita disse...

a mim, acho que já não me podem ouvir... O meu Zé praqui, a minha Maria prali e por aí fora, há sempre aventuras e coisas para contar, enfim, quem gosta, gosta mesmo não é? Cheguei hoje de férias e vinha doidinha de saudades dos meus miaus...

Cenourit@ disse...

São,
Lá isso é! E eles são o máximo :)

Abóborinha,
Eu - Eu tenho a certeza que se estivesses aqui connosco, a treata era igual :)

Abelhita,
Tu és outra, sim! :)

Caminhante,
Acho que todos os que adoram animais e que convivem com eles, têm histórias semelhantes para contar. Obrigada pelo teu carinho :)

Elf,
És mais uma a juntar ao clube. Os arranhões do mal o menos, eheheheh, não convém mesmo é ele lamber o gel ;)

Cupcake,
Tu agora tens mais o tema "bebés"! E como está o teu pequenino? :)

Gabriela,
És tu e eu :)

Ana,
Gatinhos em apartamento vivem super bem, é uma questão de adaptação. Obrigada :)

Cláudia,
O Xico é filho da Lira e do Napoleão e o mano da Pipoca :)
Por acaso, passar a ferro não é das coisas que mais gosto e até tenho tentado ensinar o Napoleão porque ele adora a tábua de passar ;)

Ameixita,
Ora pois tá claro, também a contar as peripécias do teu peludito ;)

Abóborinha,
Não fico, não! A tábua é preciosa ;)

Alcina,
Eu não levo nada a mal. nem toda a gente tem que ter os mesmos gostos. E sim, qualquer boa conversa é sempre bem vinda! Olha, já pensaste oferecer o miauzinho ao teu menino? Quem sabe ele iria adorar... ;)

Susana,
Por aqui é igual, eles são sempre tema de conversa. Imagino as saudades... :)

A todas,
Felizmente o clube das amantes felinas é grande e eu fico mais tranquila sabendo que não só por cá eles são tema de conversa.

Beijocas a todas e festinhas aos vossos miaus***

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...