Os Meus Artigos

quarta-feira, 7 de março de 2012

Santa Isabel Rainha de Portugal


Há muitos e bons anos atrás era eu obrigada a saber a História de Portugal, quase na ponta da língua, e não tinha interesse nenhum... nela nem na disciplina obrigatória a que me escapava sempre com a nota positiva mínima possível para passar e, à custa de uns copianços (eheheh tinha que ser)!

Lembro-me como se tivesse sido ontem, do meu oitavo ano de escolaridade. Foi o ano da loucura total, das maluqueiras mais arrojadas que nem me atrevo aqui a contar senão este post não tem fim. A turma era muito equilibrada, muito fina, muito astuta no que tocava às brincadeiras e muitos dos professores (que ainda hoje encontro com frequência) colaboravam e até chegavam a fugir da sala de aula para não se rirem à nossa frente. Desmontavam-se a rir no corredor juntamente com a auxiliar que conhecia bem as peças e se apercebia de tudo. É engraçado que nos tempos de hoje, quando nos encontramos, eu e alguns desses professores e colegas meus da altura, relembramos essa fase da nossa vida que tanto nos marcou, essa fase de rebeldia saudável se é que assim se pode chamar, pois não fazíamos mal a ninguém nem nos metíamos em broncas nem situações impróprias para adolescentes naquela idade. A base de tudo eram as partidas e o humor... requintado por sinal.

Tanto tempo passado e a certa altura começo a dar conta que pouco sabia da nossa história. Voltei a estudá-la na altura em que a Titó tinha que a saber, na altura em que ela tinha a mesma idade em que eu não me interessei nada pela vida de reis e rainhas, reinados, cognomes, batalhas, tronos, querelas e conquistas...
Com o passar do tempo e consequente amadurecimento comecei a interessar-me. Comecei a pegar nas enciclopédias e nas colecções temáticas. Não perdia os programas televisivos do Professor José Hermano Saraiva e foi com ele que comecei a sentir uma espécie de fascínio pela nossa história Nas viagens, a parte histórica começou também a ganhar o seu lugar sagrado no meu interesse. Hoje, reconheço que sei muito pouco, sei o básico, sei o pouco que aprendi a cabular, sei mais alguma coisa... e dou comigo a entrar nas livrarias e a procurar livros de história, da nossa história, e com uma enorme vontade de os ler, de os trazer comigo...



Depois de ler a História da Rainha Santa Isabel, este livro tão antigo, de 1958, uma história com séculos de existência e relatada com base em escritos da altura, séc. XIII, fiquei a perceber melhor uma série de factos com que hoje me deparo.


0 comentários:

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...