Os Meus Artigos

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Feriado, dia da cidade...

... e ia-me esquecendo de almoçar!
22 de Maio é sempre feriado cá no burgo. É o dia da cidade e também é o dia em que ano após ano eu quase me esqueço disso. E digo "quase"  porque há sempre alguém que na véspera me reaviva a memória.
- Olha, não venhas cá amanhã que não me dá muito jeito vir abrir a porta de propósito para te atender!
E eu fico com cara de burra a olhar para um palácio... e depois faz-se luz na cachimónia da burra e...
- Ah! É verdade! Xiça pah! Feriado!
E com isto, hoje levantei-me um cadinho mais tarde que o habitual. A manhã acordou serena por estas bandas. Não se ouvia, à hora habitual, o duche dos vizinhos, as portas a bater, os carros lá fora, os estores a abrir, e... deixei-me ficar a ver o sol entrar pelo quarto e a delinear a minha vidinha.
Parecia domingo! A manhã passou veloz comigo entretida a "fazer coisitas" para mim e a apreciar os meninos miaus na carneirice. Mini-bricolage, arrumação e organização do meu espaço. De repente, senti uns roncos no meu estômago e olhei para o relógio.
- Ehlah! Já?!?! E eu cheia de fome, quase a cair pó lado e sem almoço feito?!?! - é o que dá uma pessoa andar descontraidamente ocupada.
Corri para a cozinha, abri o frigo e a arca e, a tremelicar de fraqueza decidi que não ia estrelar um ovo e comê-lo com salsichas nem ia fazer uma sandocha qu'isso não é almoço. Liguei o mini-forno a 250º, tirei da arca um restinho de puré de batata congelado e pré-fabricado (o que eu gosto desta expressão e destes desenrascas), do frigo tirei 10 tomatinhos-cereja e um restinho de queijo da ilha ralado e, da despensa tirei uma lata de atum em azeite e o frasco dos oregãos.
- Isto não vai combinar nada bem, mas com a fome que tenho marcha que até lhe chamo um bife!
EMPADÃO RÁPIDO DE ATUM
Forno quente. Tacho ao lume com um pouco de leite e uma noz de manteiga e mais o puré pré-fabricado. Tomatinhos lavados e cortados em quartos dentro de uma taça e vai de virar o atum lá para cima e envolver tudo e polvilhar com orégãos. Puré pronto, espalhar um pouco no fundo de um mini-pirex, acamar a mistura de tomate com atum e tapar bem com mais puré. Polvillhar generosamente com o queijo da ilha ralado e mais oregãos.
- Puré de batata com oregãos?! Onde é que isto já se viu?! Aqui, ora!!!
Mini-pirex para dentro do forno, nem cinco minutos e já estava gratinado.
- Hummm... isto cheira bem! 
Sentei-me à mesa. Tirei umas fotos à pressa e questionei-me...
- Sirvo no prato ou como mesmo daqui?
- Uso o garfo ou como à colherada?
Demorei, no máximo, quinze minutos até provar o meu petisco. A combinação estranha ficou mais que aprovada. É super fácil, é super rápido e fica super bom! E ainda se aproveitam os restinhos!

3 comentários:

Comida de conforto disse...

Oh Anabela, então um feriado é coisa que quase se esqueça? Valha-me Deus, isso não pode ser...
Esse empadão de desenrasca está com um aspecto fabuloso, não me importava nada de o ter numa refeição.
Beijinhos

Ana Rita disse...

Vê lá se me convidaste parta ir almoçar contigo, ehehehe!
Adoro esse puré, tu sabes!
Beijinho

São Ribeiro disse...

Gosto tanto e esse ficou uma maravilha.
Beijocas para a familia miau
bjs

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...