Os Meus Artigos

domingo, 7 de março de 2010

Vinho bom, dá...


... bom vinho!

Em Tasca que é tasca, não falta vinhaça da boa!

Como já se devem ter apercebido, a acompanhar as petisquices enchem-se os copos do maravilhoso néctar...

Saca-se e cheira-se a rolha, serve-se no copo, observa-se a tonalidade e textura, leva-se a chambrear e decanta-se se necessário, prova-se, saboreia-se o aroma e... entre garfadas e gargalhadas, vai-se beberricando...

"Quinta dos Currais entre os 50 melhores


Os vinhos produzidos no concelho do Fundão foram elogiados pela boa relação qualidade-preço.


4 de Março de 2010 às 15:51h

A Quinta dos Currais viu dois dos seus vinhos incluídos na lista dos 50 melhores vinhos portugueses de 2009. O Quinta dos Currais DOC Beira Interior Tinto Reserva 2003 e o Quinta dos Currais DOC Beira Interior Colheita Seleccionada Branco 2007 passaram no crivo de um conjunto de especialistas com Sarah Ahmed à cabeça. A jornalista orientou uma prova para a Wine Detective (www.thewinedetective.co.uk), uma publicação especializada do Reino Unido.


Segundo a Quinta dos Currais esta é a segunda vez que o Vinho Reserva produzido na Capinha, concelho do Fundão, integra esta selecção, concorrendo com outros onde a qualidade é quase sempre sinónimo de preço elevado. O custo acessível destes vinhos foi elogiado em Londres, onde decorreu a prova. Esta opção é justificada com a realidade local.

“Tudo temos feito para que os nossos vinhos tenham uma óptima qualidade, sem nunca esquecer o importante binómio qualidade/preço, pois se somos produtores numa região menosprezada que tem vindo a ganhar o seu espaço, não podemos posicionar os preços nos patamares mais elevados. Devemos fazer os melhores vinhos que conseguimos a um preço honesto”, diz Maria de Fátima Tomás, administradora da Quinta dos Currais.

Além da prova em Londres, a Viniportugal deu a conhecer os vinhos portugueses em Manchester e Edimburgo, para estimular a exportação."

in Jornal Reconquista - Castelo Branco

Ontem, o jantar foi tardio mas muitoooo reconfortante. Depois de muito trabalho e muito esforço fisico com algumas mudanças, Nino e Telmo a carregar, Cenourita a orientar e Titó a deixar a massa de um bolo saltar forma fora... depressa se fez uma refeição para repôr as energias. Bacalhau assado com batatinha a murro, bem regado de azeite com muito alho e, como não podia deixar de ser... uma garrafinha de tinto para quatro, mas só dois é que beberam.
Repentinamente...

- Ui!!! Tou cá c'um calor nos pés - Cenourita a tentar descalçar as meias.
- Pronto! Já está! - desabafava o Telmo.
- Oh Mãe Bela, não tens ido aos treinos! - Titó a argumentar.
- Eheheheh! Começou a palhaçada! A tua sorte é teres bom vinho! - reinava o Nino.

E mais não conto que é muito complicado! Imaginem o filme ;)


4 comentários:

ameixa seca disse...

Vida de tasqueira é assim :)

moranguita disse...

um bom vinho e uma excelente companhai e do melhor
beijinhos

José Furtado disse...

Bom dia dona Cenourita

Descobri a sua tasca pelos alertas do Google. E já recomendei uma visita no Facebook do Jornal Reconquista.

Boas receitas

José Furtado
Reconquista

Bombom disse...

Já venho "fora de horas", mas não quero deixar de comentar este post tão interessante, àcerca de mais um Vinho Português medalhado no estrangeiro. E como é que esta notícia do Reconquista (de que sou assinante) me passou ao lado!Nesta Tasca não se bebe apenas, também se aprende sobre a matéria! Parabéns pela divulgação. Bjs. Bombom

Publicar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...