Os Meus Artigos

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Uma perdição...

... da administradora da tasca!

Há uns dias atrás, em casa dos pais da minha amiga Paula, houve matança de porco. Andava eu a vaguear aqui pela tasca, nas jardinagens e na carneirice com a familia felina feliz, quando toca o meu telefone. Do outro lado, um convite para ir até ao campo. Como toda aquela família me conhece bem e sabe o que eu deliro com estas actividades... Já estavam prontas as típicas morcelas de arroz e decorria a tarefa de cortar a carne para os chouriços. Lá fui eu, que até me pinto, meter as mãos na carne fresca. Depois, segui-se a parte do têmpero.

- Anabela, o que é que costuma pôr no têmpero? - perguntavam-me elas.

E agora dizem vocês:
- A Cenourita? Mas algum dia a Cenourita encheu chouriços?
Ao que eu respondo:
- Não só enchi, como cortei as carnes, temperei, dei-lhes a volta milhões de vezes dentro do alguidar de barro, enchi, piquei, atei, pendurei ao fumeiro, e as voltei até estarem boas para a arca e para o prato!

Pois isto, já lá vão uns bons anos em que da minha vidinha faziam parte este tipo de trabalhos que eu adorava. Como tudo passou, agora até me regalo quando sou convidada a participar e fico toda inchada quando me perguntam como é que eu fazia... eheheheh

Tarefa concluída e lá vamos todos para a mesa, "encher a blusa" de morcela acabadinha de fazer com um belo de um pão caseiro e, como não podia deixar de ser, um tinto da casa para ajudar a digestão do petisco.

Na hora de regressar à tasca, espetam-me com um saco de carne na mão e, um grande dilema quanto ao destino a dar ao fígado do animal... Ora eu, que adoro fígado não podia recusá-lo.

- Leve, leve! Já está cortadinho em iscas e fininho! - dizia a D. Zulmira.

E eu trouxe, e eu deliciei-me, e eu babei-me, e eu empanturrei-me, e eu nunca me hei-de enjoar deste petisco!


ISCAS COM ELAS


fígado cortado em iscas
dentes alho qb
sal qb
pimenta branca moída na altura qb
1 folha de louro
azeite qb

Temperar as íscas na véspera de as cozinhar com o sal, os alhos esmagados, a pimenta e o louro. No dia seguinte, deitar azeite numa frigideira até cobrir o fundo. Deixar aquecer bem e colocar as íscas uma a uma. Depois de colocada a última, virá-las todas começando pela primeira. Tapar a frigideira e deixar cozinhar cerca de 15 minutos em lume brando e voltá-las pelo menos mais uma vez antes de retirar do lume.

Para acompanhar, só umas batatas cozidas com aquele molhinho tão característico por cima.

Mnham mnham mnham!!! Adoro Adoro Adoro!!!*


*só eu, porque o restante pessoal da tasca nem as pode ver!



14 comentários:

Abóbora Amarelinha disse...

ai nha rica mãe o que eu adoro de paixão iscas, mas com batatinha frita, ai se comia agora um prato cheio "discas".
bem! mas é que cheiram mesmo bem

Belocas disse...

Eu também faço assim as iscas. São um belo petisco.
Aqui em casa o pessoal gosta de acompanhar com arroz branco.
As batatas que se compram nos hiper são uma desgraça... Só quando tenho boa batata (da horta).
Bjs

Abóbora Amarelinha disse...

voltei só para ver as iscas.

Delírios Gourmet disse...

Belo prato! Bjs!

http://deliriosgourmet.blogspot.com

Ana Powell disse...

Adorava participar numa matança de porcos.
Excelente post.
Votos de feliz fim de semana ♥

Sissamar disse...

Aiiiiiiii socorro, tirem-me este prato da frente que já tenho galos na testa de tanto as querer trincar através do ecrã do pc!!! Adoro! Muito, todas, muitas, a qualquer dia e a qualquer hora....
Tb faço assim, e grelhadas tb apenas acrescento ao tempero um fiozinho de vinagre, para lhe tirar um pouco aquele sabor adocicado, huuuummmmm! Ainda sobraram iscas? Onde moras mesmo??? lololol
Beijinhos

Sandra G disse...

Cenourita, há tantos anos que já não vou a uma mantança de porco.Era eu moçoila de 8 anos quando foi a última que participei.

O sabor da carne era outra coisa!!!

Mas eu era como o resto da tasca, iscas, baaaa, não gosto, agora umas febras, entremeada, isso sim!!

Bjs

Rosa disse...

Como fizeste nós regressar uns anos atraz,eu tinha este prazer 2 vezes por ano na casa dos meus pais,agora chegamos á loja e compramos já cortadinho,não é a mesma coisa.
Bjs

Cláudia M. disse...

Oh páaaaaaaaaaaaaaa, como é que é?

Diz lá aos teus amigos que por acaso tens uma amiga que também gostava de ir lá besuntar as manápulas na carnuça! :))))
E depois provar as morcelas, pois tá claro!
Já as iscas há muito tempo que não como, houve uma altura que me deu "ânsias" (no sentido alentejano) de comer fígado e há séculos que nem o cheiro. mas essas estão com tão bom aspecto, acho que te fazia companhia. :)

bjs

Abóbora Amarelinha disse...

Bim só limpar as bistas.

ameixa seca disse...

Cá em casa ninguém torce o nariz ao fígado, todos gostamos e eu adoro com muita cebolada por cima he he

Storyteller disse...

Eh, pá! Agora é que me lixaste! Iscas?!?!? Belheque!
Só de pensar... Belheque!

Pirussas disse...

Gostaria muito que visitasse este novo blog. As aventuras de um vendedor Gourmet. Quem nca comprou produtos assim? E eu que sou vendedor dos mesmos? Tenho sempre histórias a contar. Visite e siga.

http://ohpirussas.blogspot.com/

Abraço

Deia disse...

Adoro as matanças de porcos! E tb adoro iscas ;)
bjs

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...