Os Meus Artigos

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Uma espécie de confissão...

... de carácter doméstico!

Ora, pressupõe-se que uma boa dona de casa possua, no mínimo, alguma aptidão para todo o tipo de tarefas relacionadas com a casa e a família. 

Será verdade? Ou será apenas uma suposição?

Confesso que me dá muito jeito que esta teoria não passe mesmo de um grande pressuposto... e passo a explicar:

Hoje, transformei o meu escritório numa verdadeira sala de costura, só me faltava a máquina que, vendo bem a coisa, não me faz falta nenhuma. É que nestas andanças trato sempre de incomodar alguém especialista na matéria. E eu que até tenho um cesto todo catita e bem apetrechado de utensílios próprios ao ofício. Ele é agulhas de todo o comprimento e grossura, linhas das mais variadas cores, tesouras próprias para isto e para aquilo (que nem eu sei para quê), fita métrica, dedal, alfinetes de cabeça e de dama, botões, fitinhas e galões e mais umas quantas coisas terminadas em ais, uis e ões

Umas coisitas a precisar de uns pontitos, mais uns botões a gritar por um reforço nas linhas perante a queda e perda eminente e eu, toda pimpona, arregaço as mangas, faço sair do armário o meu cestinho imaculado, boto as lunetes nas ventas e... começa a aventura.

Primeira dificuldade: enfiar a agulha!
- Raios! O buraco é tão grande e eu não lh'acerto!
Eu que não sou moça de desistir fácilmente, tanto insisti com vira daqui e vira para ali que lá consegui. Pitosguice é tramada!

Segundo momento crítico: dedo todo picado!
- Raios! Vou tentar usar o dedal! Se eu ao menos o conseguisse manter no dedo...
Caíu-me trezentas e vinte sete vezes ao chão, fora as outras tantas em que se embrulhou no meio dos tecidos e eu às apalpadelas para o encontrar!

Primeiro momento áureo: Xô D. Napoleão Manuel e Xô D. Pipoca Maria não dormiram a sesta e divertiram-se à brava.
- Ó garotos pah! Olhem para este chão cheio de linhas! Tragam cá a almofada das agulhas! Ainda se picam!
Um cestinho tão arrumadinho e eles espalharam tudo. Divertiram-se e também me sairam umas valentes gargalhadas só de lhes apreciar as habilidades.

Segundo momento épico: Xô D. Cenourita custou-lhe a desemperrar, mas quando lh'apanhou o jeito...
- Olha! Já está tudo arranjadinho?!?! E eu que até estava a gostar...
Ainda dei uma volta pelos armários na tentativa de encontrar nem que fosse só mais uma baínha descosida ou um botãozito pendurado... mas há-de aparecer e eu hei-de dar conta do recado!



Foi uma tarde divertida pois então! E apesar da falta de jeito acho que só me falta um danoninho para ser uma dona de casa exemplar ;)

8 comentários:

Cláudia disse...

:)))
ainda me estou a rir...
Pois em relação às pressuposições nem me vou pronunciar, mas sempre digo que é muito injusto ser suposto que uma mulher tenha tantas tarefas em cima das costas, e ainda deva ter jeito para todas elas! ;)
Mas achei muita graça porque essa é uma tarefa que eu adio e adio até mais não, e depois quando finalmente me decido a pregar os tais botõezitos ou a dar uns pontitos, penso: o quê, já está? mas para que é que adiei tanto?
Mas eu é só mesmo o básicozito, não é tardes inteiras como a minha amiga, que tem mãos de fada! :)
Os miaus é que se devem ter divertido à grande!
beijocas

Gabriela... disse...

Tenho aqui um montão dela por remendar se quiseres mando ai para ires treinando mais um bocado!
hehehehe

Nina disse...

Quando se quer amiga tudo se consegue,quer é poder,beijocas

Gaja Maria disse...

muito bem cenourita, tenho de te mandar aí umas coisitas...
Eu gosto muito de costurar, enfiar a linha na agulha é que é o delas. Além de pitosga, tremo das mãos comó caraças. A última vez que precisei usar agulha teve de ser o maridão a enfiar... he he he

Carla disse...

Eheh com gatos em casa a aventura é sempre maior :P
Boas costuras! Bjinhos para todos

Cupcake disse...

Eu adoro costurar e tudo o que são coisas que envolvam agulhas, linhas, lãs e afins.
E os meus gatos simplesmente adoram.
Assim que começam a ver as movimentações colocam-se logo em posição prontos para roubarem tudo aquilo que conseguirem!! E eu demoro o dobro do tempo para fazer as coisas, entre andar atrás deles para ter os meus pertences de volta e as risadas à conta deles, lá se passa o tempo. :)

Ana Rita disse...

se eu estivesse em casa tinha enfiado a linha na agulha.... :)

Cenourit@ disse...

Cláudia,
Ainda eu me farto de rir quando relembro a cena. Concordo contigo, é uma grande injustiça mas a mim não me sobra outro remédio ;) E cá comigo, costurices também é só o básico, umas vezes mais refinado que outras :)

Gabriela,
Or deixa cá pensar... se calhar é melhor não, não vais ficar bem servida ehehehe

Nina,
É verdade! Querer é poder e depois descobrimos que afinal até somos bem capazes :)

Gaja Maria,
Se gostas de costurar mando eu para aí as minhas coisitas... até tens quem te enfie a agulha... eheheheh

Carla,
Não fosse os gatos e isto seria uma pasmaceira... Obrigada :)

Cupcake,
Não é das coisas que mais goste mas quando tem que ser há que se fazer por isso. Acho que os meus gatos gostam mais do que eu... ehehehe

Titó,
Pensei que ias dizer que para a próxima tratavas tu das costurices ;)

Beijocas a todas***

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...