Os Meus Artigos

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Já dizia Lavoisier...

... "Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma"

E sempre que digo ou ouço esta frase, recordo-me das aulas de química de há tantos tantos anos atrás, da lei da conservação da massa, do reboliço das experiências, dos ataques de histeria da professora e das fantasias de alguns amiguinhos que encenavam uma espécie de circo para que o laboratório explodisse a qualquer momento e a stora fosse pelos ares!
Nunca aconteceram explosões estranhas nem a professora voou pela janela ou pelo telhado com as ventas farruscas, os cabelos desgrenhados e o fato saia-casaco esfanicado. O meu 8º ano de escolaridade foi o mais louco que possam imaginar... mas não, não imaginam! Ai seu eu pudesse voltar atrás... fazia tudo igual! Ou, sabendo o que sei hoje... com muito mais classe! Eheheheh

Bem, mas voltando à lei de Lavoisier, que se cumpre totalmente aqui na tasca, vamos lá contar o que não se perdeu a partir do que se criou e que posteriormente se transformou.

Do lombo acelerado, que por sinal era muito grande, sobrou cerca de metade. Como não se pode desperdiçar nada e muito menos comida, e como há muito tempo não fazia um valente empadão... aqui vai disto!


EMPADÃO DE CARNE


fatias de carne sobrantes, picadas na 123
1 chouriço de carne cozido, picado na 123
1 cebola grande picada
1 tomate maduro picado
2 dentes alho picados
1 folha de louro
1 ramo de salsa picado
1 fio azeite

Tudo no wook, bem envolvido, em lume brando e durante breves minutos (até a cebola ficar cozinhada).

1 embalagem de puré batata congelado (da marca da casa do xô Belmiro, que é o único que a Titó gosta) e que é muito rápido de confeccionar seguindo as instruções da embalagem.
3 gemas ovo

Puré feito. Uma camada no fundo do pirex, depois uma camada da carne picada e por fim outra camada de puré. Gemas dos ovos batidas e espalhadas por cima. Uns efeitos especiais feitos com um garfo para dar mais graça ao aspecto final e pirex para o forno a 2ooº para alourar.


Uma saladinha de alface e... Já está!


Não m'enfarrusquei, não me desgrenhei e também não me esfaniquei com muita louça suja e fez-se tudo num ápice!


9 comentários:

Bichinha disse...

E sejamos francas, um empaão sabe e uma saladinha sabe sempre tão bem :) é daquelas que nunca enjoa, pelo menos a mim.

Susana Gatita disse...

Ui ca bom aspecto Cenourita!
Os meus filhos andam-me a pedir isso há tanto tempo... mas aqui a Gatita não lhe tem apetecido. Depois de ver essa foto, tem de ser entretanto. Bjinho

cozinha da tia Adelaide disse...

Uma delicia, só isso se pode dizer deste empadão, ficou lindo.
Bjs e bom fim de semana

ameixa seca disse...

Detestava as aulas de química, tudo que envolve laboratórios dá-me comichões... só na cozinha é que me sinto bem he he Adoro empadão!

Duxa disse...

Que aspecto fantástico, bem douradinho como eu gosto, muito bom!
Um beijinho :)

são33 disse...

adoro empadão e este esta uma verdadeira tentação.
bjs

Alice disse...

Aqui nós chamamos esse tipo de empadão, de "Escondidinho". É uma delícia.... Beijos

moranguita disse...

eu gosto tanto de empadao.
quando ha sobrasumas das maneiras como as aproveitamose assim num belo empaao
beijinho

Cenourit@ disse...

Meninas
Um Empadão ou Escondidinho como dizem no Brasil é sempre uma óptima sugestão para aproveitar sobras, sejam elas de carne ou peixe e tanto com puré de batata como com arroz, sabe sempre bem :)))

Beijocas a todas***

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...